Newsletter Editora RH
Subscrever
Autorizo receber newsletters.
Li e aceito a Política de Privacidade
Brevemente

Espiritualidade no Trabalho
Maria Joelle

Conta-me Estórias - Storytelling na Gestão de Pessoas
Coord.: José Bancaleiro e Pedro Ramos



Gestão do Talento em Organizações da Península Ibérica
Dora Martins, Rita Moreira da Cruz
10% 22.05€ 24.5€

PRÉ-RESERVA − ENVIO A PARTIR DE 19 DE JANEIRO

pp. 316, 1.ª edição, 2019, formato 17 x 24 cm/ISBN 978-972-8871-68-0

  • SINOPSE
  • SOBRE O AUTOR
  • índice

A gestão do talento tem vindo a dominar o debate da gestão de pessoas nas organizações do século XXI. No sentido de ajudar a preparar os novos desafios da gestão de talento, este livro conjuga um enquandramento reflexivo do ciclo de gestão de talento com testemunhos de 15 empresas ligadas à indústria e consultoria, assim como organizações de economia social com atuação no domínio da ação social, saúde e bem-estar. Privilegia uma abordagem atual sobre o contexto organizacional ibérico, valorizando um conteúdo abrangente − atração, retenção e desenvolvimento do talento através de uma gestão integrada de práticas de gestão e desenvolvimento de pessoas, alinhada com a cultura organizacional e competitividade do negócio. A parte final do livro apresenta a importância de olhar para as pessoas como eixo principal da estratégia das organizações e de um estilo de liderança adaptado para a diversidade global de talentos.

A pluralidade de perspetivas e os diferentes desafios que caraterizam a gestão de talento enriquecem o debate que pretende ser inspirador dos que agora estão a iniciar a exploração do tema enquanto domínio de investigação ou de intervenção ou somente daqueles que procuram aperfeiçoar as suas estratégias de atuação.

 

«O mundo mudou e entrou numa nova realidade em que o maior desafio para alcançar o sucesso nesta era, a que chamamos a Era Humana, é descobrir como libertar e gerir o potencial dos talentos.
Na revolução de competências que atravessamos, as empresas precisam de encontrar o equilíbrio certo entre os desenvolvimentos tecnológicos e as competências de natureza humana para singrar no mercado de trabalho.»

Pedro Amorim, managing director da Experis Portugal

 

Dora Martins possui PhD em Ciências Empresariais − Organização e Recursos Humanos (Faculdade de Economia da Universidade do Porto). É professora adjunta no Instituto Politécnico do Porto (ISCAP e ESHT), onde leciona no domínio da gestão e desenvolvimento de recursos humanos. É diretora do Mestrado em Gestão e Desenvolvimento de Recursos Humanos (ISCAP). Colabora com a Porto Business School (PBS) e com o Instituto Politécnico de Gestão e Tecnologia (ISLA). É membro integrado nos Centros de Investigação CEOS (Politécnico do Porto) e GOVCOPP (Universidade de Aveiro). É autora de mais de 40 publicações científicas no âmbito da gestão de expatriados e práticas de gestão de talento.

Rita Moreira da Cruz coordena a área de compensação e benefícios da BorgWarner. Foi consultora na área da gestão de pessoas em Espanha e gestora de recursos humanos em PME portuguesas, duas das quais assumindo a liderança do departamento. É licenciada em Recursos Humanos pelo Instituto Politécnico do Porto e Master em Dirección de RH y Gestión del Talento pela EAE Business School/Universidad Rey Juan Carlos, Madrid. Fez parte da equipa de investigação internacional na área do talento, com a publicação do Observatório DCH − La Gestión del Talento en España 2016. Representa a DCH − Organización Internacional de Directivos de Capital Humano, como embaixadora em Portugal, assim como a EHCA − European Healthy Companies Association.

INTRODUÇÃO

PARTE I − ENQUADRAMENTO TÉCNICO-CIENTÍFICO DA GESTÃO DE TALENTO
1.1. O conceito
1.2. O talento na agenda profissional do líder organizacional de recursos humanos
1.3. A gestão do ciclo de talento
    1.3.1. Atração de talento
    1.3.2. Retenção de talento
    1.3.3. Desenvolvimento de talento
Conclusão
Bibliografia

PARTE II − BOAS PRÁTICAS DE GESTÃO DE TALENTO
BorgWarner 
− A implementação da cultura organizacional como acelerador do talento
Bresimar Automação − O sentimento de união como fator de retenção
Cofares − Projeto cross company como fator-chave da gestão do talento
Colep − Arquitetura integrada de gestão de talento: o ciclo de desenvolvimento de pessoas
Cruz Vermelha Portuguesa (delegação de Fafe) − Talentos «com coração» no contexto de uma organização sem fins lucrativos
DESFO Holding − A gestão de talento através da gestão integrada de recursos humanos
Dianova − A gestão de talento como fator de competitividade nas organizações sociais
DouroAzul (Grupo Mystic Invest) − Como facilitar a atração e gestão do talento? Um objetivo, vários caminhos
Farfetch − A cultura é a nossa medida de sucesso
Fundación ONCE − Agentes do conhecimento da Fundación ONCE
ILUNION − Projeto Diversability: gestão de talento com deficiência
Institute for Transformational Leadership (IfTL) − Talento promotor de talento
Laboratorios Quinton − Quinton: laboratório de bem-estar
Pessoas e Sistemas −A gestão de talento: visão e prática da Pessoas e Sistemas
Sonae − Conhecer para captar diversidade

PARTE III - REFLEXÃO CRÍTICA SOBRE A GESTÃO DE TALENTO, POR PILAR LLÁCER
O centro é a pessoa
O novo papel do diretor de pessoas
Para um novo modelo de liderança ética
Desafios no talento
E chegaram os millenials