Newsletter Editora RH
Subscrever
Autorizo receber newsletters.
Li e aceito a Política de Privacidade
Brevemente

Recrutamento e Seleção − Da Teoria à Prática
António Calheiros

Humanizar as Organizações - Novos Sentidos para a Gestão de Pessoas
Helena Águeda Marujo, Luís Miguel Neto, Mário Ceitil (Coord.)

O Livro de Ouro para a Gestão de Recursos Humanos nas PME
Pedro Novo Melo e Carolina Machado



Gestão em Pequenas Doses – Ideias simples e práticas
Arménio Rego, Miguel Pina e Cunha
40% 14.31€ 23.85€

pp. 280, 1.ª edição, 2008, formato: 16 x 23 cm/ISBN: 978-972-8871-20-8

  • SINOPSE
  • SOBRE O AUTOR
  • índice

Cada pequeno texto deste livro é uma janela de observação de um dado tema – que não requer que outras janelas tenham sido já abertas. Cinco minutos são suficientes para a maioria das observações. O leitor pode começar pelo princípio, pelo meio, ou pelo fim – e prosseguir depois como lhe aprouver. A linguagem simples permitir-lhe-á compreender rapidamente as implicações práticas de cada matéria. Os múltiplos temas são englobados em nove áreas: (1) aspetos positivos e negativos da vida organizacional e suas implicações para a felicidade e a toxicidade; (2) líderes e liderados, liderança e “seguidança”; (3) avaliação de desempenho, controlo e vigilância; (4) eficácia organizacional, estruturas organizacionais e decisão; (5) Portugal e os portugueses, idiossincrasias e “pecados”; (6) a arte e a gestão, e a arte da gestão; (7) ética, responsabilidade social e sustentabilidade; (8) mitos e realidades da melhoria, da mudança e da inovação; (9) global e local, globalização e localização.

Arménio Rego é doutorado em gestão e professor universitário. Autor ou coautor de livros nas áreas da liderança e da gestão de pessoas, tem realizado formação, coaching e consultoria nas mesmas áreas. Publicou em revistas como Human Relations, International Journal of Human Resource Management, Journal of Business Ethics, Journal of Business Research, Journal of Occupational Health Psychology e Leadership Quarterly.

Miguel Pina e Cunha é professor catedrático na Nova School of Business and Economics. Faz investigação na área do comportamento organizacional.

Introdução 
 
1. Positivo & negativo, felicidade & toxicidade
Organizações positivas 
Porque são algumas organizações agressivas e outras resignadas? 
A justiça organizacional é sexy
Fazer muito com pouco 
Deus continua desempregado? 
Bom ambiente ou country club
Perigo: chefia tóxica! 
Toxicidades organizacionais 
O trabalho como desporto radical 
A organização da violência 
Trabalhar é sofrer? 
A epidemia da violência 
Capitalismo Karma 
A empresa como força do bem 
Três formas de capital: humano, social e psicológico 
 
2. Líderes & liderados
Liderança = Humildade × Determinação? 
A primeira vez de um gestor 
O que fazem os líderes eficazes? 
Porquê um ovo em cada cesto? 
Os líderes devem fazer sacrifícios? 
Freud, o gestor e o divã 
Freud e os líderes, as organizações e os seus dramas psicodinâmicos 
Os líderes inteligentes são mais eficazes? 
Sete pistas para liderar reuniões 
Liderar equipas positivas 
Líderes emocionalmente inteligentes 
Natal à conta do patrão 
O que é o coaching
O “Querido Líder” e o poder do medo 
Fabricando o empregado, esse especialista em obediência 
Controle o seu destino ou alguém o fará por si 
A guerra pelos talentos 
Pare de desmotivar os seus trabalhadores! 
Liderando no futuro: 15,5 lições para um mar de desafios 
 
3. Avaliação & controlo
Pecados na avaliação de desempenho 
O timoneiro do desempenho 
Chefe: Posso avaliá-lo? 
O efeito “caluda” 
Organização = Controlo 
Vigiar para desconfiar 
 
4. Eficácia, design, decisão
As “vicissitudes” da eficácia organizacional 
Paradoxos da avaliação da eficácia nas entidades públicas 
O tauismo da eficácia 
Nove ilusões acerca da eficácia organizacional 
O fim do McJob num mundo McDonaldizado 
Seremos viciados em hierarquia? 
Pilhagem, curtição ou casamento? 
Pensar muito faz mal? 
Quando os gestores caem na armadilha 
Novas “lentes” para os gestores 
Gestão baseada em evidência 
 
5. Portugal & portugueses
Os sete pecados e meio da nossa produtividade – e os modos de redimi-los 
Porque chegam os portugueses atrasados? 
Porque se tratam os portugueses por Dr. ou Eng.º? 
Afinal o desenrasque é bom ou é mau? 
Os portugueses são machos... ou femininos? 
Que gestão à portuguesa? 
Treze ideias para melhorar Portugal 
 
6. Arte & gestão
Fantasias da organização 
O poder nunca muda 
Kafka e a caixa de sugestões 
Apocalypto 
O nosso mundo Blade Runner 
O factor feel bad
O “Deus Lucro” e o mau nome da empresa 
 
7. Ética & sustentabilidade
Estratégias organizacionais sustentáveis 
A ética da gestão é menos ética? 
Ecogestão para um futuro sustentável 
Devem os gestores ser filantropos? 
Marketing de causas 
Nevoeiros éticos 
Kyosei empresarial e bem comum 
A responsabilidade social das empresas e a síndrome Robin Hood 
Corrupção como desvantagem competitiva 
Não se diabolizem os lucros nem a ética 
 
8. Melhoria, mudança & inovação
São loucos e loucos sãos 
O elogio das organizações imperfeitas 
As ideias são grátis 
Os 7,5 mitos da inovação 
Mergulhos estratégicos em oceanos azuis 
O cheiro do sítio (parte I): O clima da sua organização parece o de Calcutá no pináculo do Verão? 
O cheiro do sítio (parte II): O clima da sua organização é como uma floresta refrescante? 
As asas de Ícaro do gestor 
Mau serviço, boas desculpas 
A empresa zombie 
O mapa não é o território 
As lições do toyotismo 
Toyota, uma empresa de camponeses? 
 
9. Global & local
Expatriar eficazmente para melhor internacionalizar 
Fazendo negócios com a alma russa 
Particularidades da gestão das pessoas na China 
Transformando provincianos em camaleões culturais 
Vá para fora lá dentro